sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

"Rua De Prata"

Um véu negro envolve o momento, a luz das estrelas parecem se apagar. Pequenas ondulações crescem na turva e preta água.
Uma voz rouca e baixa sussura ...

"imagine uma rua, acredite a rua de prata é ainda maior, infinita e reluzente.
todos poder vir de qualquer direção e ir para para outras mais improvaveis ainda.... esta é a rua de prata...incontaveis tipos de flores, plantas e seres crescem la e alguns apenas la.
Ela é a aurora e o crepusculo, é o dia na noite."

Caminhando por ela você pode ver muitas coisas . As grandes morças vermelhas passando sobre você , as Cintilantes com sua luz propria voando por todos os lados em diversas cores sempre dispostas a ajudar.Pode-se ouvir o canto glorioso das Serpentes Rubras ou até mesmo se tiver sorte você pode ver uma libélula dourada a perambular.
a rua de prata é infinita ,maior ainda do que possa imaginar.

uma cidade em uma unica rua

"A Rua de Prata habita nossas mentes e nossos sonhos. "
- por Deslize

2 comentários:

Juliete disse...

Adorei o texto ^^
Fiquei perdida entre tantas coisas dessa rua, o poema parece me prender em meio a seus versos...

ganbatte o//

ju-chan

๑_۩_иiиα Lυиαяdi_۩_๑ disse...

Passei para agradecer seu comentario, em meu blog...e dizer que adorei...seu poema...

Você tem com toda certeza..muito chão pela frente continue assim...

obrigada novamente...
Sucesso apara nos!

†иiиα_lυиαяdi†



_____________†††______________
___________†††††††____________
_____________†††______________
_____________†††______________
______†______†††______†_______
_____†††_____†††_____†††______
___††††††††††††††††††††††††___
_____†††_____†††_____†††______
_______†_____†††_____†________
_____________†††______________
_____________†††______________
_____________†††______________
_____________†††______________
_____________†††______________
_____________†††______________
_____________†††______________
___________†††††††____________
____________†††††_____________
______________†_______________